| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Tropa News
Desde: 07/08/2009      Publicadas: 239      Atualização: 21/05/2010

Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde


 Opinião

  10/08/2009
  0 comentário(s)


Lênin capitalista? - Por Alexandre (São Black)

"Em 1921, foi criada a NEP (a Nova Política Econômica) que restabelecia as práticas capitalistas vigentes antes da Revolução. Os camponeses passariam a vender uma pequena parte da produção para o Estado a preço fixo, o restante podia ser lançado no mercado. Também permitiu-se o florescimeno de empreendimentos capitalistas na pequena indústria e no comércio. O estímulo pelo ganho pessoal foi reintroduzido e o igualitarismo teve que ceder passo à hierarquia e aos privilégios materiais."
[...]
"Os resultados práticos não demoraram a surtir efeito. Lentamente a produção agrícola foi sendo restabelecida; o sistema viário voltou a funcionar com maior regularidade e as pequena indústrias começaram a lançar seus produtos no mercado."

Lênin capitalista? - Por Alexandre (São Black)
Lênin talvez tenha sido uma das maiores piadas já vista pelo mundo no que diz respeito à esquerda.


Tenho a mais absoluta certeza que esse "grande revolucionário" leu Marx e não entendeu. Claro, só entendeu a parte da chacina da oposição e detentores dos meios de produção.


Achando que o socialismo se sustentaria sozinho, Lênin e sua corja bolchevique promoveram a Revolução Russa. Até aí, tudo bem. Mas a Rússia era um país praticamente feudal... e foi aí que Lênin se deu mal.


Depois da 1ª fase do socialismo - exterminar a oposição- o que chamam de socialismo do terror, em 1921 Lênin percebeu a grande burrada que fez, pois a Rússia estava pobre, sem produção, sem capital. O que o "grande bolchevique" fez para enriquecer a Rússia? Simplesmente adotou a NEP (Nova Política Econômica), ou seja, deixou Marx de lado para seguir o sistema econômico preconizado por ADAM SMITH. Sim, Lênin se rendeu ao CAPITALISMO para enriquecer a Rússia e salvar o socialismo.Talvez ele tenha lido Marx quando adotou a NEP, já que o filho dos iMundos " exato, Marx é o filho rebelde, porque o pai dos iMundos é Rousseau " escreveu suas idéias infundadas visando o capitalismo inglês e não um país feudal, como disse acima.


Se até Lênin sabia que o capitalismo tira qualquer país da miséria, por que a esquerda iMunda ainda clama pelo socialismo?


A China, por exemplo, só tirou milhões e milhões da linha da pobreza depois que abriu seu mercado nos anos 70 (Dados do PNUD):


China abre centro de combate à pobreza
Novo órgão terá o desafio de dar suporte aos 25 milhões de chineses que vivem abaixo da linha de pobreza " a maioria em regiões rurais


Numa parceria com o PNUD local, a China inaugurou neste mês o Centro Internacional de Redução de Pobreza. O novo órgão tem como meta dar suporte aos 25 milhões de chineses que vivem abaixo do nível de pobreza " a maioria em regiões rurais do país.
Apesar do número elevado de miseráveis, a China apresentou nos últimos 25 anos uma significativa redução na pobreza. Em 1978, 250 milhões de chineses viviam abaixo da linha de pobreza, estabelecida pelo próprio governo chinês. Em 2004, eram 26 milhões. Pequim considera pobre quem vive com menos de US$ 0,2 por dia, um piso mais elástico do que o adotado pelo Banco Mundial (US$ 1 dólar por dia).
"Durante duas décadas, centenas de milhões de chineses foram tirados da pobreza. O Centro de Pobreza será uma incrível fonte para ajudar a China na construção de uma sociedade do bem-estar", disse Khalid Malik, coordenador da ONU e representante do PNUD na China, na inauguração do centro, em 16 de maio.


O representante do PNUD disse ainda que o principal objetivo do novo centro é "compartilhar experiências entre nações" para colaborar na luta contra o subdesenvolvimento. Malik lembrou também que o forte crescimento econômico da China, que hoje registra renda per capita de US$ 1,1 mil, possibilitou a saída do país do grupo de nações de baixa renda.



Lembrando, também, que hoje a China reconhece a propriedade privada.


Outro bom exemplo é Cuba.
Segundo reportagem do UOL NOTÍCIAS , Cuba está diminuindo o assistencialismo no país, pois Raul Castro acredita que o assistencialismo está formando vagabundos, pessoas sem gosto pelo trabalho.


Raúl Castro anuncia novos cortes sociais em Cuba
"Com similar sentido de racionalidade, se adotarão outras decisões em educação, a saúde pública e o resto do setor orçado, dirigidas a gerar despesas que simplesmente resultam insustentáveis, que foram crescendo de ano em ano e que, além disso, são pouco eficazes, ou pior ainda fazem com que alguns não sintam a necessidade de trabalhar", disse "Às vezes dá a sensação de que estamos comendo o socialismo antes de construí-lo e queremos gastar como se estivéssemos no comunismo".


Ah, sim! Quer dizer que é o trabalho que faz um país crescer?

Por que Raul Castro não tem uma conversa de pé de ouvido com Lulla ?
O presidente iMundo brasileiro afirma que o bolsa-esmola é muito importante para o crescimento do país.
  Autor:   Alexandre (São Black da Direita Golpista)





Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde
Busca em

  
239 Notícias