| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Tropa News
Desde: 07/08/2009      Publicadas: 239      Atualização: 21/05/2010

Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde


 Mundo

  14/10/2009
  0 comentário(s)


Informações do Relatório do Conselho de Segurança da ONU sobre a destituição de Zelaya

MAIS DETALHES DO DEPARTAMENTO DE ASSUNTO POLÍTICOS

O relatório disse que a resolução adotada em 30 de Junho, sobre a destituição de Zelaya, em Honduras, sob a presidência de Miguel D'Escoto Brockman foi precipitada e violentou o Artigo 2 º, parágrafo 7 da Carta da ONU.

Informações do Relatório do Conselho de Segurança da ONU sobre a destituição de ZelayaO Conselho de Segurança das Nações Unidas tem em seu poder um relatório sobre as causas que provocaram a crise em Honduras, onde se conclui que a destituição de Manuel Zelaya, "foi constitucional e de acordo com as leis do país", segundo um estudo elaborado pelo Departamento de Assuntos Políticos da Organização das Nações Unidas (ONU).

"O relatório foi preparado para o Conselho de Segurança e não para o público, é exclusivo, mas terá mais informações sobre o mesmo logo que atenda o procedimento oficial. É quase o mesmo que o estudo realizado pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, sobre o caso Honduras", disse um alto funcionário da ONU em ao hondudiario.com .

O entrevistado disse que o relatório detalha todos os cenários sobre o que aconteceu em Honduras, onde os analistas, em primeira instância e nas partes reflexivas, argumentam que "o mais importante é ter uma visão democrática para acabar com a crise no país .

"O problema é que Honduras está se destruindo e se corroendo completamente, e estamos entendendo que a quem se tem que apelar agora neste momento é ao seu povo, aos hondurenhos, às cúpulas dos partidos, às cúpulas da igreja, às lideranças militares, lideranças da empresa privada, enfim, todas as cúpulas de apoio ao processo democrático ".

"A comunidade internacional entende que a solução para a crise está nas mãos dos hondurenhos, e que quando se busca uma solução que não venha dos próprios hondurenhos a mesma falha, assim, entendo que a maioria dos Estados representados na Assembléia Geral da ONU não apoiaram qualquer resolução que pretenda restringir o processo eleitoral em Honduras".

De acordo com a parte resolutiva do estudo, ela observa que "muitos dos problemas de Honduras tiveram suas raízes na própria ONU. A Assembléia Geral das Nações Unidas, sob a presidência claramente ideológica do senhor Miguel D'Escoto Brockman, adotou uma resolução sobre a situação em Honduras em 30 de junho de 2009, ou seja: em apenas 48 horas da destituição de Zelaya da presidência de Honduras".

Outro ponto sobre essa resolução contra Honduras foi de exigirem "a imediata e incondicional restauração imediata do presidente legítimo e constitucional do Presidente da República Don José Manuel Zelaya Rosales e da autoridade legalmente constituída, sem antes entender claramente o que havia acontecido em Honduras.

"A solução constitucional para a crise não pode residir na Assembléia Geral das Nações Unidas, porque é uma questão essencialmente da jurisdição interna. Além disso, esta decisão foi tomada contra o mesmo Artigo 2 º parágrafo 7 da Carta da ONU que diz:

"Nenhuma disposição desta presente Carta autorizará as Nações Unidas a intervirem em assuntos que são essencialmente da jurisdição interna dos Estados, nem obrigará: aos Membros a submeterem tais assuntos a procedimentos de solução, nos termos da presente Carta".

O informante disse que o documento elaborado pelo Departamento de Assuntos Políticos da ONU, inclui a reflexão técnica relativa ao que aconteceu na passada 64ª. Assembléia Geral, onde dos 193 países membros, apenas nove países abordaram o tema da restituição do ex presidente Zelaya; os membros do Conselho de Segurança "guardaram silêncio sobre o assunto."

"A maioria dos Estados-Membros das Nações Unidas, após conhecer outros cenários e informações, agora concordam que não iriam apoiar qualquer resolução da Assembléia Geral da ONU que solicitasse sanções contra Honduras", resumiu, referindo-se a este estudo do Departamento de Assuntos Políticos da ONU, que concluiu que a destituição presidente Zelaya foi constitucional, e que o mesmo estudo coincide com a maioria dos pontos do estudo elaborado pela Biblioteca do Congresso

Tradução de Arthur para o MOVCC


  Mais notícias da seção América Latina no caderno Mundo
14/10/2009 - América Latina - ONU muda de idéia a respeito de Honduras
Um estudo do Departamento de Assuntos Políticos da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre as causas que provocaram a crise em Honduras, concluiu que a destituição do ex-presidente Mnauel Zelaya "foi constitucional e de acordo com as leis do país", confirmaram fontes oficiais desse organismo....
11/10/2009 - América Latina - Senado argentino aprova lei de comunicações
Os senadores argentinos aprovaram neste sábado a nova lei de meios de comunicação do país, respeitando, na íntegra, o texto do projeto do governo da presidente Cristina Kirchner que tinha gerado fortes críticas da oposição. O texto já tinha sido aprovado, também sem modificações, na Câmara dos Deputados. ...
08/09/2009 - América Latina - Os fiscais de Chávez nas ruas da Venezuela!
Lembram-se dos "Grupos dos 11" (do Brizola) e das "Ligas Camponesas" (do Juliao), que comecaram a implantar aqui no Governo Goulart? Lembram-se das "Brigadas Vermelhas" (de Mao) na China, durante a Revolucão Cultural? E esse desgoverno governo ainda chama Chavez de democrata!...
30/08/2009 - América Latina - Evo Morales e Fidel Castro são declarados "heróis" pela ONU
Em TOTAL E ABSURDA CONTRADIÇÃO, no que diz respeito a valores defendidos mundialmente pela organização, o presidente da Assembleia Geral da ONU Miguel D'Escoto declara Evo Morales como "Herói Mundial da Mãe Terra" e a Fidel Castro como "Herói Mundial da Solidariedade"...
24/08/2009 - América Latina - Suprema Corte de Honduras rejeita volta de presidente deposto
A Suprema Corte de Honduras rejeitou neste domingo o acordo mediado pela Costa Rica para retornar o presidente deposto Manuel Zelaya ao poder....
22/08/2009 - América Latina - VENEZUELANOS NAS RUAS CONTRA CHÁVEZ, e a "violência democrática" que foram atacados, Polícia de Chávez tentou sufocar as pessoas dentro do Metrô!, por Carla Pola
Passando pelo Blog do meu amigo Aluízio Amorim, deparei-me com as imagens violentas que o povo venezuelano foi recebido pelo Bufão da venezuela...O povo pacificamente protestava contra a Lei Orgânica da Educação que estipula a educação bolivariana com todas as barbáries que virão com ela......
16/08/2009 - América Latina - Bases militares dos EUA são ameaça à integração regional, diz Chávez
O presidente da Venezuela Hugo Chávez disse que o acordo que pode permitir a instalação de bases militares dos Estados Unidos na Colômbia é uma "ameaça" à integração regional e têm como "alvo" a Amazônia brasileira, o petróleo venezuelano e o Aquífero Guarani, considerado a maior reserva de água doce do mundo....
16/08/2009 - América Latina - Venezuela e Rússia preparam acordo armamentista
Rússia e Venezuela preparam novos acordos de cooperação nos setores técnico-militar, petrolífero e bancário, que serão discutidos na próxima visita do presidente venezuelano, Hugo Chávez, à Russia, em setembro, moldando uma parceria que pode envolver os russos em uma polêmica sobre a presença militar dos Estados Unidos na Colômbia....
13/08/2009 - América Latina - Lula precisa defender democracia em nível internacional, diz "Economist"
Um editorial na edição desta semana da revista britânica The Economist afirma que chegou o momento de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazer uma opção clara pela defesa da democracia em nível internacional e "decidir quais são seus verdadeiros amigos" entre os líderes mundiais....
12/08/2009 - América Latina - Colômbia espera assinar acordo militar com Estados Unidos no próximo fim de semana
O comandante das Forças Armadas da Colômbia, general Freddy Padilla de León, disse nesta terça-feira que o acordo que permitirá ao país ceder sete bases aos Estados Unidos pode ser assinado já neste fim de semana. ...
10/08/2009 - América Latina - E o Bufão da Venezuela perde mais uma...
Chávez perdió el pleito de las basesPolitica Los aparatos políticos de la desestabilización en Colombia han sido llamados por el régimen de Caracas a la movilización general.Domingo, 09 de Agosto de 2009...
07/08/2009 - América Latina - Honduras, um exemplo a ser seguido
Eis aí um país pequeno e pobre que luta incansavelmente pela sua Carta Magna!!!!...



Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde
Busca em

  
239 Notícias