| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Tropa News
Desde: 07/08/2009      Publicadas: 239      Atualização: 21/05/2010

Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde


 Cidades

  14/08/2009
  1 comentário(s)


Mais uma manifestação: dessa vez, Força Sindical interdita ruas centrais de Curitiba

Passeata coordenada pela Força Sindical, CUT e MST volta a paralisar as avenidas Visconde de Guarapuava e Marechal Floriano, nesta manhã de sexta feira em Curitiba

Mais uma manifestação: dessa vez, Força Sindical interdita ruas centrais de Curitiba
Colaboração de Mariela Gavlik
Curitiba


Mais uma amostra de completa ignorância de uma massa de "trabalhadores" com os famosos "gritos de guerra" pode ser observado, agora há pouco, no centro da capital do Paraná.

A CUT, Força Sindical e MST coordenaram mais uma passeata (a segunda desta semana) levando seus manifestantes até a Praça Tiradentes.

As reinvidicações eram as mesmas: que o pré-sal seja usado para investimentos na educação e que não ficasse nas mãos de multinacionais, redução de jornada de trabalho, ataques HIPÓCRITAS ao empresariado brasileiro e outros absurdos.

Perguntas sem respostas: qual a culpa do empresariado brasileiro, sendo que justamente o Governo Federal o utiliza não apenas para recolher impostos, como também para participar de projetos voluntários que quase sempre dependem mesmo da iniciativa privada?

Será que esse povo que estava ali presente na passeata tem alguma noção, conhece de fato, do que se trata o pré-sal? Acreditam também que esse recurso obtido numa suposta exploração do petróleo desta camada vá mesmo para setores essenciais como saude e educação, em vez de ir para o bolso dos apadrinhados de Lulla e do PT??

Será que nunca pararam pra pensar que aquele dinheiro que é descontado de cada trabalhador e que no hollerith recebe o nome de "contribuição sindical" serve justamente e tão somente para o aluguel de carros de som (quando não compram, de fato), distribuição de "lanchinho" para cada manifestante e outras bizarrices diversas?

Esse mesmo sindicato que IMPEDE que o empresário aumente o salário de seus funcionários para "não desestabilizar o mercado de empregos", anulando totalmente a competência e qualidade de serviços dessa mesma empresa?

A educação é um ponto-chave. A falta de informação também. Não é interessante, nem ao governo, nem aos sindicatos, que esses mesmos trabalhadores tenham essa educação e informação (que é bem diferente de possuir algum diploma, como querem nos fazer acreditar). Do contrário, o rumo de tudo seria bem diferente. Finalmente enxergariam a necessidade de se exaltar e facilitar a vida desse mesmo empresariado que paga o salário desses trabalhadores.

As uniões estão erradas. O trabalhador não deve se unir CONTRA o empresário. Deve se unir AO empresário contra o Estado, que lhes bombardeia com impostos e tributos com retorno praticamente zero.

O Estado é ausente demais onde deveria estar presente e presente demais onde não deveria estar.

O resultado é simplesmente esse: passeatas pelo IMPOSSÍVEL, IMPRATICÁVEL.

Enquanto isso, quem sofre e se estressa são os TRABALHADORES de diversas áreas que tentam chegar a seus destinos e perdem um considerável tempo presos em engarrafamentos provocados por esse sindicato.

E depois, dizem que defendem os trabalhadores.

É brincadeira!!!
  Autor:   Pierre (Timer) Montblanc


  Mais notícias da seção Brasil no caderno Cidades
21/08/2009 - Brasil - Carrefour afasta funcionários de Osasco após agressão a cliente
Januário Santana foi espancado na unidade, acusado de roubar próprio carro; segurança também foi trocada...
14/08/2009 - Brasil - Abastecimento de água será interrompido na zona sul
Medida é necessária para interligação de adutora, que precisa ser assentada em outro local para construção do pátio da Linha 2-Verde do Metrô....
11/08/2009 - Brasil - A marginália em passeata por Curitiba
Passeata do MST ocorrida na manhã desta terça feira em Curitiba....
07/08/2009 - Brasil - Governo confirma primeira morte por gripe suína em Porto Alegre; Brasil soma 133
A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul confirmou nesta sexta-feira a primeira morte em Porto Alegre causada pela gripe suína --gripe A (H1N1). Com isso, o número de mortes sobe para 33 no Estado; no país são ao menos 133, de acordo com dados do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais da Saúde. ...



Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde