| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

Tropa News
Desde: 07/08/2009      Publicadas: 239      Atualização: 21/05/2010

Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde


 Blogs e Colunas

  25/08/2009
  0 comentário(s)


Delegado conta como "terrorismo" se infiltra no Brasil - Blog do Josias


*Antes, extremistas usavam o país como escala de viagem
*
Passaram a adotar filhos de prostitutas para ficar no país
*
Em seguida, seduziram brasileiros com "cantilena radical"
*
Agora, preparam daqui ações contra alvos no estrangeiro

Delegado conta como As revelações acima foram feitas pelo delegado Daniel Lorenz. Até o início de julho, ele era diretor de Inteligência da PF. Uma semana depois de deixar o posto, falou numa audiência na Comissão de Segurança Pública da Câmara.

A sessão fora convocada por Raul Jungmann (PPS-PE), presidente da comissão, com o propósito de esmiuçar a "atuação de membros de grupos terroristas" no Brasil. O repórter obteve, na semana passada, cópia da transcrição da audiência. Neste domingo (23), Jungmann levou a íntegra do texto ao seu blog.

Lorenz mediu as palavras ""Como a sessão é aberta, não vou detalhar esses assuntos". Ainda assim, delineou um quadro revelador. Disse que a PF só passou a se preocupar com o terrorismo em 1995.

Desde então, o problema se agrava. Lorenz dividiu a encrenca em quatro ciclos. No início, o Brasil era usado por terroristas como escala de viagem. Hoje, disse o delegado, o país já serve de base para a preparação de ataques a alvos no exterior.

Vai abaixo um resumo das quatro fases descritas pelo delegado:


1. Primeiro estágio: Foi nessa fase que a PF se deu conta de que "extremistas" estrangeiros utilizavam o Brasil como escala de viagem. Passavam sobretudo pela região da tríplice fronteira (Brasil-Argentina-Paraguai).

Lorenz confirmou algo que já fora noticiado. Em 1995, "entrou pelo Rio de Janeiro e saiu por São Paulo" Khalid Shaikh Mohammed, que viria a se converter no terceiro homem na hierarquia da Al Qaeda. O terrorista passou por Foz do Iguaçu.

O delegado desculpou-se por não poder "tecer detalhes". Mas deixou claro que Shaikh Mohammed não viera a passeio. "Ele esteve lá, evidentemente, não para tomar uma geladinha e nem para participar do Carnaval, muito menos das festas do final do ano".

Preso no Paquistão em 2003, Shaikh Mohammed foi levado à prisão norte-americana de Guantânamo, acusado de participar dos ataques do 11 de setembro.


2. Segundo estágio: Extremistas passaram a se servir das facilidades da legislação brasileira para "legalizar" sua permanência no país. "Não vou me deter nos detalhes, não posso conversar sobre isso", desculpou-se, de novo, Lorenz. Porém, detalhou:

"Eles buscam uma legalização no país por meio da [...] adoção à brasileira. Ou seja, tomar como seu o filho de outrem. Então, eles se aproximavam de mulheres de vida fácil, assumiam aqueles filhos e ganhavam a condição de permanência no Brasil. Isso aconteceu, isso é acompanhado, está sendo acompanhado e foi muito acompanhado por nós. Esse seria o segundo momento".


3. Terceiro estágio: A PF descobriu que cidadãos brasileiros começaram a ser cooptados pelos "extremistas". Encantaram-se, no dizer de Lorenz, com a "cantilena radical de que tudo é possível, de que se poderia, ao praticar um ato insano, terrorista, ter 72 virgens" no céu. Lorenz foi enfático: "Isso aconteceu, isso acontece".

A certa altura, Jungmann perguntou se era verdade que brasileiros foram ao Irã para treinar táticas de terror. E o delegado: "[...] Posso lhe dizer que não somente ao Irã. Não somente. O senhor me desculpe, mas eu não poderia me estender [...]".


4. Quarto estágio: É, por ora, "o último grau" da ação de "extremistas" em solo brasileiro. Envolve, segundo Lorenz, "a preparação" de ataques terroristas a alvos localizados no exterior. O delegado mencionou o caso do "Senhor K."

Trata-se de um cidadão libanês residente em São Paulo. É casado com uma brasileira, com quem teve uma filha. Em maio, o repórter Jânio de Freitas revelara que K. fora preso, acusado de envolvimento com a Al Qaeda.

O ministro Tarso Genro (Justiça) apressara-se em dizer: "Não há nenhum foco terrorista organizado" no Brasil. O libanês K., disse ele, fora à garra pela prática de "racismo". Lorota.

A PF enquadrara-o como racista porque a legislação brasileira não contempla o crime de terrorismo, explicou Lorenz na Câmara. Por isso teve a prisão relaxada depois de 21 dias de cana. A julgar pelo que disse o delegado, o caso do libanês K. nem seria o único. Lorenz expressou-se no plural:

"Temos a percepção desses estrangeiros que agora estão no Brasil e estão a executar não, evidentemente, ações extremistas no país, mas, a exemplo do que foi o Sr. K, iniciando ações de recrutamento, apoio, treinamento, logística e reconhecimento para ações terroristas ainda fora do país".

Acrescentou: "Utilizam nosso país como um local tranquilo. A partir dele, saem e vão ajudar essas organizações extremistas, notadamente, nesse caso [do Sr. K.], a Al-Qaeda". Segundo Lorenz, o libanês K. agia na internet. Seus arquivos eram criptografados. Mas a PF logrou acessá-los, remotamente, nos instantes em que, manuseados pelo autor, estavam abertos. Ouça-se Lorenz:

"Esse Sr. K. tinha duas lan houses em São Paulo e coordenava o que chamamos de batalhão de mídia da Jihad. Inicialmente, aquilo que era somente um proselitismo da causa defendida pela Al Qaeda transformou-se num espaço para recrutamento, apoio, treinamento em comunicações e segurança operacional, um local de apoio e também um local de onde emanavam o que eles chamavam de ordens de batalha para ações fora do país".

A exposição de Lorenz contrastou com declarações feitas pelo ministro Jorge Félix (Segurança Institucional da Presidência). Também convidado para a audiência na Câmara, o general minimizou a ação de extremistas em solo brasileiro.

O próprio Félix, porém, reconheceu: "[...] Mesmo que apareça algum problema [relacionado ao terrorismo], vamos resolvê-lo " essa é uma atribuição e uma competência nossa " e não vamos admitir que o problema existiu". Ou seja, nessa matéria, o que general afirma não dever ser tomado a sério.

- PS.: Pressionando aqui, você chega à reportagem veiculada no blog na madrugada de sábado (22). Trata de outro tema abordado na audiência da Câmara: a proliferação do crime cibernético.

  Web site: josiasdesouza.folha.blog.uol.com.br/  Autor:   São Black da Direita Golpista


  Mais notícias da seção Brasil no caderno Blogs e Colunas
21/05/2010 - Brasil - A Tropa na Veja no blog do mestre Augusto Nunes
Agora, sim, a Tropa é golpista de fato. A Tropa é direitista, rancorosa, elitista, nojenta, conservadora, oligárquica, lambe botas do império estadunidense e... GOLPISTA, pois até em Veja está agora, ...
29/08/2009 - Brasil - Os salários dos executivos da Petrobras
"No setor público, raros são os dirigentes demitidos porincompetência. Sua remuneração não deve ter relaçãocom a do setor privado"...
20/08/2009 - Brasil - Mercadante: "Minha disposição é de sair da liderança"
Desautorizado pela direção do PT e sob críticas de Lula, Aloizio Mercadante é, hoje, um líder em litígio com a cadeira. Em menos de 48 horas, pôs o cargo "à disposição" da bancada duas vezes. Acena com a hipótese de tomar uma decisão nesta quinta (20). Na noite passada, falava como um quase-ex-líder. Em entrevista ao blog, Mercadante declarou: "A m...
16/08/2009 - Brasil - A UNIVERSAL É O PT DA RELIGIÃO, E O PT E A UNIVERSAL DA POLÍTICA - por Reinaldo Azevedo
"PT e Universal são duas máquinas de explorar a ignorância, a crendice, a miséria material e a pobreza espiritual. "...
15/08/2009 - Brasil - O estado e o racismo
N. do T.: a política de cotas raciais em universidades, o império do politicamente correto que vem avassaladoramente dominando o mundo, a ameaça de controle estatal da internet com a desculpa de se estar policiando "crimes de racismo" e, principalmente, a recente vitória de Barack Obama, atiçaram mais do que nunca todo um (errôneo) debate a respeit...
14/08/2009 - Brasil - LAMARCA: A TRAJETÓRIA DE UM DESERTOR
Um dos mais bandidos da história do Brasil.Um assassino desertor que teve o fim merecido....
14/08/2009 - Brasil - Esmola Familia
O Bolsa-Família é um programa que, uma vez implantado, não há mais como descartá-lo. Os milhões de beneficiários já estão acostumados com o aporte mensal do dinheiro fácil. Como dizer a eles que dali em diante deveriam suar o rosto para obtê-lo?...
10/08/2009 - Brasil - O cigarro, os fumantes e os direitos de propriedade
N. do T.: Com a entrada em vigor da lei antifumo decretada pelo governo de São Paulo - a qual proíbe o fumo em estabelecimentos privados -, o estado mostra que já perdeu qualquer respeito pela instituição da propriedade privada. O indivíduo não mais é soberano em seus próprios domínios. Apesar de a medida ser aplaudida pelos não-fumantes, é impor...
09/08/2009 - Brasil - Peguem o chefão!!!
Peguem o chefão!!! Aos poucos o Brasil vai acordando para a única realidade existente: Lula é o chefe de tudo que está acontecendo... A ilustração que ancora esse texto foi capturada do competente Blog Anti-Foro de São Paulo e retrata esta minha afirmação... Sarney é só uma peça do tabuleiro de xadrez... qualquer um que seja colocado lá terá o mes...
09/08/2009 - Brasil - Roberto Campos - Por Sandra Salen
Esse jornal não poderia deixar de relembrar as famosas frases de Roberto Campos.Nestes tempos sombrios é bom recordar o pensamento do economista, diplomata e imortal da ABL que com sua inteligência e senso de humor apurado nos deixou as frases mais coerentes e divertidas da política nacional....
08/08/2009 - Brasil - FHC E LULA NO REAL - Por Sardenberg
--15 anos de estabilidade não é pouca coisa, mas há muito por fazer-- ...
08/08/2009 - Brasil - Se beber não dirija. Nem governe. (Joelmir Beting)
'Até aqui, em 40 meses de governo, o presidente Lula já cometeu 102viagens ao mundo. Ou mais de duas por mês, tal como semana sim, semananão. Sem contar, ora pois, as até aqui, 283 viagens pelo Brasil........
07/08/2009 - Brasil - Sarney clama por privacidade...
... e cita os direitos individuais...



Capa |  Blogs e Colunas  |  Cidades  |  Comida  |  Cultura  |  Diversão  |  Economia  |  Educação  |  Equipe  |  Esporte  |  Informática  |  Mundo  |  Opinião  |  Pérolas iMundas  |  Política  |  Saúde